MEUS POEMAS

Olá pessoal, nessa página irei colocar todos os meus poemas postados aqui no meu blog.
Se você quiser comentar algum poema, clique em cima do título e você será encaminhado para a página de comentários.
_____

Escrito no dia 16/08/2010, às 00:56 -------- Postado no dia 14/03/2011


Quem sou eu?

Tive um passado complicado,
Tenho um presente confuso
E um futuro indeciso

Sou um garoto alegre
Com muitas dúvidas
E, infelizmente, angústias

Tenho poucos amigos
E vários colegas,
Mas tenho muitos conhecidos

Confio em poucos,
Muitos confiam em mim
E eu sou assim

Muitos acham que me conhecem,
Poucos me conhecem
E eu sei quem sou

Eu sou quem sou
E sou um simples Jovem
Que se chama Jean


____

Escrito no dia 11/03/2011, às 10:30 ------- Postado no dia 14/03/2011
Esse poema eu escrevi para um trabalho de Artes, onde eu teria que fazer uma paródia.
Eu escolhi a música Rosa de Hiroshima, que é um poema do qual o Ney Matogrosso canta.
Foi fácil, pois eu peguei um poema que eu tinha escrito e modifiquei para se adaptar a música/poema.


Meus olhos

Meus olhos veem
Violência e preconceitos
Meus olhos veem
Miséria e fome
Meus olhos veem
Desonestidade
Meus olhos veem
Apenas infelicidade
Mas preciso de colírio
Para meus olhos
Olhos cansados de
Ver destruição
Vamos levantar a
Bandeira branca
Vamos respeitar
As diferenças
Vamos apenas viver
De forma feliz
____

Escrito no dia 22/01/2011, às 02:06 --------- Postado no dia 14/03/2011
Foi a partir desse poema que eu escrevi a paródia Meus Olhos, postado anteriormente.



Meus olhos veem...

Meus olhos,
Castanhos e grandes,
Estão vendo o horizonte

Um horizonte de sonhos,
Sonhos com finais felizes
Iguais as histórias de nossos avós

Mas infelizmente é apenas sonho,
Um sonho que cada vez
Se torna menos provável

Meus olhos veem violência,
Preconceitos e destruição,
Não é isso que quero ver

Meus olhos necessitam ver
Paz, natureza e futuro,
Um futuro sem guerras

Preciso de colírio,
Pois meus olhos estão cansados
De ver o resultado das guerras

Meus olhos apenas pedem
Para ver as bandeiras brancas
Serem levantadas e honradas

Meus olhos
Estão vendo
Tudo...

Meus olhos estão...
Se fechando

____

Escrito no dia 17/03/2011, às 21:28 - 21:53 -------- Postado no dia 17/03/2011
Bem, esse é mais um dos meus poemas que, por sinal, escrevi hoje.



Crianças desabrigadas

Seus olhos me pedem:
Quero ajuda tio,
Preciso de você,
Pode me dar carinho?

Brinca comigo?
Estou com sede,
Minha mãe esta chorando,
Essas são suas palavras

Porque, porque fazer isso
Para deixar nosso futuro sofrer?
 São apenas crianças
Que necessitam de amor

Precisam de amor
E não destruição,
Precisam brincar
E não sofrer

Para que tirar
O pouco que tinham,
Mas fico feliz em poder ajudar
Claro, da minha maneira

Uma maneira diferente,
Apenas concentro felicidade
E depois contágio a criançada
Que logo vem pular

Eu sei que é pouco,
Mas é o que poço fazer
E fico tranquilo, pois elas gostam,
Vejo isso nos olhos de cada um

Olhos de crianças
Respondem tudo
E confortam nossos sentimentos,
Poço ver nos olhos esperançosos

Espero que tudo volte ao normal,
Que o verde não seja barro,
Que a felicidade se prevaleça
E que crianças não fiquem desabrigadas.

____

Escrito no dia 25/04/2011, às 02:31 - 02:40 ---------- Postado no dia 25/04/2011
Eu estava deitado na minha cama esperando o sono aparecer e de repente minha cabeça começou a ferver.




Que bobo

Eu olho para um garoto
Com aparência de bobo
Um bobo infeliz

Porque ser infeliz
Se posso ser um bobo
Com alegrias e conquistas

Posso sim ser capaz
De fazer o papel de bobo feliz
Um bobo que quer ser alguém

Mas me pergunto
Se tudo isso 
Não é muito bobo

Cheguei na conclusão
De que bobo
Tudo isso é

Mas não me importo
Desde que eu seja 
O bobo feliz
____

Escrito no dia 25/04/2011, às 02:42 - 02:58 ------- Postado no dia 25/04/2011
Logo após do poema QUE BOBO, eu escrevi esse:



Lágrimas de Sangue

Lágrimas que deslizam sobre meu rosto
Lágrimas quentes como o fogo
Lágrimas de sangue

Sangue inocente dos ditos anormais
Anormais como eu
Que choro lágrimas de sangue

Enxugue meu rosto
Que está coberto
De sangue inocente

Chega de bater nos tais anormais
Anormais como eu
Que choram lágrimas de sangue

Não mate os diferentes
Diferentes que são iguais a eu
Que choro lágrimas de sangue

Eu darei o meu próprio sangue
Para acabar com isso
Mesmo que seja na forma de morte ou lágrimas

Coloque um ponto final
Antes que seja tarde demais
E não haja mais nenhuma lágrima de sangue

Nenhuma lágrima de sangue
Lágrima de Sangue
Sangue meu
____

Escrito no dia 03/05/2011, às 00:46 - 01:03 ------- Postado no dia 03/05/2011


Por que proibir?

Não posso mais te beijar
Na escola, no teatro
E nem nas ruas

Por que proibir?
Por que me dizem que é polêmico?
É só um beijo igual aos outros

Polêmico?
Se comer em público não é polêmico,
Agora, um beijo é?

Sim, eu sei
Somos dois garotos
Diferentes do normal

Mas, ser diferente
É ser normal
Como qualquer um

Não posso te beijar na escola,
Pois é um beijo polêmico
Mas os tais casais normais podem

Não posso te beijar no teatro,
Pois não sei o motivo
Espero que não seja homofobia

Não posso te beijar nas ruas,
Pois se não vão nos bater
Pelo fato de sermos anormais

Estou cansado disto
Quero sentir sua boca
Encostando na minha

Se meu sangue tiver que escorrer,
Eu irei fazer uma cachoeira
Só para te beijar

Porque proibir?
Finja que não está vendo nada
Pois estou cansado de fingir que estou feliz

Quero ser feliz
Quero beijar meu namorado
Quero que vocês fodam-se

Vocês têm inveja
Por verem
Dois garotos aproveitando a vida

Não acho respostas
Até porque não existem
Mas, por que proibir?

?
?
?
____

12 comentários:

  1. Por mim pode beijar!!!

    ResponderExcluir
  2. Beije a vontade a boca é sua...

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Adorei seu modo de se expressar eu tambem escrevo poemas e sei como e´bom ter reconhecimento por isso gostaria q eu podese comentar um poema meu vc permite?

    ResponderExcluir
  5. A meu nome é Pollyana pode me chamar de polly

    ResponderExcluir
  6. n achei rosa de hiroshima

    ResponderExcluir
  7. com rio leva a tristesa é nasci a solidão é tambem um novo coração

    ResponderExcluir
  8. vou te explicar uma coisa ... voce nao tem culpa de nada e nao deve muito menos se sentir mal com isso ... a sociedade precisa sim evolui muito ate entender esse tipo de coisa ... mas e essa sociedade ignorante que voce tem que respeitar ... porque respeitar ? porque a religiao domina a cabeca das pessoas e um mundo sem fe e um mundo desacreditado desmotivado ... o mundo acabaria se nao acreditasse na religiao ... entao saiba que a culpa nao e sua , mas nao tem outro jeito , ha coisas que nao devem ser aceitas por um bem maior . voce nao pode querer agredir a sociedade , mesmo que nao esteja fazendo nada de errado . voce precisa respeitar para ser respeitado e compreender que nao e uma coisa normal . nao e normal porque nao e comum , nao e comum porque e uma minoria ... entende ? acredito que isso va muda um dia talvez , mas nao e a hora .

    ResponderExcluir
  9. Oi me chamo Jean mais conheçido como Orelha.
    Bom tenho um site tbm e por engano entrei aqui kkkkk.
    Mas não aguentei de curiosidades e dei uma espiadinha muito bom seu site.
    Boua sorte aii.
    E tudo de bom.

    ResponderExcluir
  10. Acho q cada um é livre ra ter as escolhas que quiserem...
    Quer beijar beija, a boca é sua...

    ResponderExcluir
  11. Preconseito é foda...

    ResponderExcluir

Obrigado por expor seus pensamentos

Que tal ler esses

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...